Menage com um casal gay

114 (1)

Uma das coisas que mais gosto nesta minha vida de acompanhante seja em Curitiba ou em São Paulo é a possibilidade de conhecer pessoas diferentes e viver situações inusitadas. Quanto mais pessoas  conheço, mais  percebo que cada um é como se fosse um mundo diferente, com suas características e particularidades Eu respeito o desejo de cada cliente, pois isto é algo muito subjetivo, pois o que é prazeroso para um, as vezes  é repugnante para outro. São nestas diferenças que se encontra a graça e a magia do mundo do sexo. É tudo isto que me fascina.

Uma destas situações inusitadas aconteceu, quando um casal gay me ligou marcando um programa a três. Me explicaram, que somente um dos homens iria transar,  o outro somente olharia. No dia  hora e local combinado,   cheguei pontualmente. Eduardo e Roberto me receberam como dois velhos amigos, me deixaram muito a vontade e me ofereceram cerveja ou whisky, optei pela cerveja. Conversamos um pouco, me contaram que estão juntos há 10 anos , Roberto já foi casado com uma mulher com quem viveu muitos anos,  teve filhos , até o dia que descobriu que também gostava de homens. Já Eduardo relatou que sempre sentiu atração por homens, em sua adolescência até tentou ficar com mulheres, mas não rolou.  Como Roberto é bissexual , frequentemente eles chamam uma acompanhante para ele saciar seu desejo por mulher.

Quando acabou minha cerveja, Roberto me levou até a cama e começamos a nos beijar e acariciar, enquanto Eduardo nos observava. Roberto era um homem maduro com um corpo todo sarado, simplesmente delicioso. Me tocava  e beijava com vontade, tinha uma pegada gostosa. Logo iniciamos um 69, ele me chupava muito gostoso, sabia exatamente  onde me estimular. Ele foi aumentando o ritmo,  fui me contorcendo toda até gozar gostoso em sua boca. Roberto colocou a camisinha em seu pau, pediu para eu ficar de quatro e meteu muito gostoso em minha buceta que estava toda  encharcada,  sentia todo aquele pau duro e gostoso dentro de mim, em poucos minutos,  ele gozou, seu pau pulsou gostoso em minha buceta.

Pausa para nossa higiene, mais uns drinks e bate papo descontraído entre os três. Eles eram muito divertidos, me senti muito a vontade. Eduardo me propôs que fizemos um boquete em Roberto. Ele deitou, enquanto Eduardo chupava o pau de Roberto eu chupava as bolas, fomos alternando, em outros momentos chupávamos simultaneamente o pau, cada um de um lado, deslizando nossas bocas da base a cabeça do pau. Roberto gozou gostoso em nossa cara. Deixei os dois, se curtindo e fui escovar meus dentes e tomar banho. Me vesti, conversei mais um pouco e os deixei a sós na suite.

Esta experiência foi muito diferente, principalmente na hora em que estava fazendo o oral junto com outro homem, achei bem surreal, mas foi gostoso e divertido. Antes de  me tornar uma acompanhante, sempre respeitei  as diversidades sexuais, os gostos, que são muito particulares. Por isto, aconteceu tudo de forma muito gostosa e natural. Acredito que entre quatro paredes vale tudo, deste que haja consentimento entre todas as partes envolvidas. O que importa é dar e ter prazer, independente da forma que isto aconteça.

Beijos

Kris Bianco

Esta entrada foi publicada em Sem categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>