Dicas sobre a primeira vez em uma Casa de Swing

140 (3)

Neste post eu irei dar algumas dicas sobre casas de swing, percebo que há muitas pessoas que têm curiosidade em conhecer, muitas vezes falta coragem ou imaginam um ambiente muito diferente do que realmente é . Eu achava que era um ambiente onde todo mundo metia em tudo quanto é canto, tipo “sodoma e gomorra” . Hoje eu defino o swing como uma balada erótica livre de puritanismos, mas ninguém é obrigado a transar com qualquer um. Vou dar algumas dicas para quem deseja conhecer uma casa de swing e aproveitar ao máximo sua primeira vez.

1- Combine antes com sua mulher o que vocês poderão fazer. Muitos vão somente para olhar e saber como irão se sentir, algumas pessoas ficam alucinadas outras travam completamente,  por isso é importante determinar se vocês estarão afim de transar com outro casal, ou realizar um menage com outra mulher e/ou homem, se poderão conversar, beijar outras pessoas, tudo isto para não gerar nenhuma DR depois. Estabeleçam os limites. Se estiver solteiro ou sozinho convide uma amiga, sai bem mais barato, geralmente 50% do valor da entrada se você entrasse sozinho, mas convide somente quem você confia e tem intimidade.

2- O que vestir? Homem pode se vestir casualmente. Mulheres podem se vestir da forma mais sexy possível, com roupa que facilite a transa e salto alto.Muitas ficam somente de lingerie. Mulher só não pode ir de calça, denuncia escancaradamente que  esta indo pela primeira vez

3- No swing  são as mulheres que ditam as regras, o que pode e o que não pode. Quando ouvir um não, entenda que realmente é não.

4- Nunca chegue cedo, é obvio que nos sites das casas de swing, sempre eles afirmarão que você  deve chegar cedo para se ambientar. Eu recomendo que você reserve uma mesa próxima da pista de dança e chegue próximo do horário de vencimento da reserva. Desta forma, você e sua mulher   conhecerão a casa, apresentada por um funcionário  que dará todas as explicações sobre a dinâmica da casa e suas regras, sim há regras, apesar de muita coisa ser permitida nada é obrigatório, é você quem decidirá o que irá fazer.Também há os shows de streap tease e sexo explicito, neste momento que geralmente acontece a partir da meia noite e a casa começa a fever…

5- Aonde transar? Se você gostar de platéia há vários locais para transar como cabines abertas, camas imensas aonde diversos casais transam ao mesmo tempo enquanto outros somente olham. Agora se você deseja um ambiente mais reservado, algumas casas dispõe de cabines e/ou quartos onde vocês terão seu momento a sós. Para aproveitar eu recomendo não abusar na bebida alcoólica para não pagar nenhum mico, abdicar de qualquer preconceito e vivenciar esta experiência ao máximo. Swing é um ambiente que cheira sexo, que desperta todos os  sentidos a potência máxima para quem se permite usufruir de tudo isto e despertar o tesão a flor a pele, o que vale é se divertir e se permitir neste momento de pura luxuria que só o swing oferece..

Beijos

Kris Bianco    

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Dicas para a fazer sexo anal com sua mulher

20140308_140802

 

Foto caseira tirada em março de 2014 por Goo Koln

Eu sempre gostei muito de sexo anal, é raro eu gozar desta forma, mas  amo a sensação de ser possuída. Quando comecei nesta minha vida de acompanhante, acreditava que todos os homens fossem fissurados por um rabo, ledo engano, percebo que metade gosta e metade não gosta. Entre aqueles que não gostam, já escutei os  que acham sujo, nojento, alguns reclamam que é muito apertado e não gostam desta sensação, há também aqueles que não fazem questão. Agora, entre os que gostam, há uns 15% que são alucinados. Tenho alguns clientes que nunca comeram minha buceta, o negócio deles é anal total.

Resolvi postar algumas dicas, sob a perspectiva de uma acompanhante,  para criar todo um clima durante a transa, afim de  atiçar sua mulher e despertar a vontade de fazer anal.  Muitos fazem tudo errado e acabam com as poucas chances que existem. Tem que acontecer tudo sem pressão e com desejo dos dois lados .Vamos lá:

Inicie cuidando da iluminação do ambiente, deixe o local com iluminação mais indireta, mais na penumbra. A maioria das mulheres odeia ambiente super iluminado , isto acaba travando ela , com a iluminação adequada ela se sentirá mais relaxada e confortável.  Comece  beijando e caprichando nas preliminares, mulher adora ser tocada, ter seu corpo milimetricamente explorado, uma boa dica é massagear todo o corpo dela, use algum óleo ou creme próprio para massagem. Aproveite que o corpo dela esta todo besuntado e comece a esfregar teu corpo no corpo dela, neste vai-e-vem, o tesão vai aumentando cada vez mais, teu pau já deve estar bem duro, esfregue ele na bunda dela,  na entrada do ânus com suavidade. Se perceber que ela delira cada vez que teu pau se aproxima , pergunte se você pode tentar, isto se ela já não tiver te pedindo ou mesmo implorando para penetrá-la.

Caso ela permita, é fundamental que você use uma boa quantidade de lubrificante a base de água, o canal anal não possui lubrificação como o vaginal. Após lubrificar, introduza um dedo, depois outro e delicadamente movimente-os, de forma a abrir o esfincter anal, nada de ficar socando o dedo com brutalidade e/ou  força, isto não dá prazer, isto dá dor e muitas vezes provoca cólicas. Quando tocar uma mulher,  sempre lembrar que menos é mais.

A melhor posição para deixá-la mais confortável e relaxada é de ladinho ou de bruço com um traseiro sob o quadril, para elevá-la, Lubrifique a cabeça do teu pau e vá introduzindo lentamente. Respeite o limite dela, se ela pedir para parar pare. Não force nada. Continue beijando e acariciando , também fale umas sacanagens no ouvido dela… Isto é uma espécie de aditivo no sexo para mulher. Quando você sentir que passou toda a cabeça do pau, movimente suavemente para que ela curta sentir teu pau la dentro, enquanto você a possui. Não queira tirar e colocar teu pau novamente, para ver o “buraco” o “pink tunel” como em um filme pornô.  O grande  segredo para o sexo anal ser prazeroso é saber colocar o pau sem machucar, depois é só socar conforme ela for permitindo.

Outra dica caso ela se sinta insegura com um possível cheiro ou sujeira, é que ela faça a “duchinha ou chuca”, compra-se em loja de material médico-hospitalar ou farmácia, é só pedir por ducha ginecológica,  a embalagem acompanha duas cânulas uma para anal outro para vaginal, custa entre 30 a 40 reais.Também pode usar a mangueira da ducha elétrica. Introduz  no ânus até sentir que esta cheio, senta no vaso sanitário e sai toda a sujeira. é necessário repetir até a água sair limpinha lá de dentro.

Lembre-se somente em filme pornô, com mulheres  e acompanhantes que  declaradamente  gostem de sexo anal,  você poderá fazer tudo da forma mais natural  e selvagem possível. Para as iniciantes você terá que ter muita calma, respeito e paciência. Ser for tudo planejado entre ambos, sua mulher irá adorar e aos poucos acostumar-se com a prática, adicionando essa sua tara à vida sexual de vocês.

Beijos

Kris Bianco

Ps: Estou atendendo em São Paulo de 3 a 17/5 . Quem quiser agendar me ligue ou envie sms no 11-951594195. Para aqueles  que gostam de menage á trois, eu estou com uma amiga …

 

 

 

 

 

Publicado em Sem categoria | 1 comentário

Beijo Grego e Oral Combo

300 Beijo Grego ou Anilingus,  é uma prática atrevida, surpreendente e com um quê de proibido, envolve lábios e língua em uma região para lá de íntima: o ânus . Na cultura brasileira, admitir que gosta de ser lambido ou beijado no ânus é praticamente sinônimo de homossexualidade. Mas trata-se de uma grande bobagem e um mito, pois, essa zona possui inúmeras terminações nervosas, sendo muito  estimulável sexualmente e pode gerar satisfação intensa. Só para deixar bem claro, ser homossexual é sentir desejo por alguém do mesmo sexo. Ter prazer na região anal não faz ninguém mudar de opção sexual.  Para quem gosta , esta  é apenas mais uma, das tantas formas de sentir e proporcionar prazer.  Oral combo, eu ouvi sobre  esta denominação pela primeira vez em meus atendimentos em  São Paulo. Trata-se do sexo oral com o plus da massagem prostática,  realizados simultaneamente. Este é outro tabu que muitos homens  abominam, outros amam.

Aprendi a fazer massagem prostática com um cliente que é médico, Felipe é aquele putanheiro de carteirinha, que conhece várias acompanhantes. Certo  dia , ele me confidenciou, que uma acompanhante com todo o jeito e malícia, havia introduzido o dedo em seu rabo, enquanto o chupava. Disse que ficou atônito com o prazer que sentiu, jamais imaginou que fosse tão bom. A curiosidade me fez pedir para  que ele me ensinasse a tocá-lo. Comecei com um boquete bem molhado e cadenciado, passei minha língua em volta do seu pau, percorri  toda sua virilha e bolas, fui descendo, beijando e lambendo seu períneo e rabo. Alternava beijos , lambidas e simulava lhe penetrar com minha língua, Ele se contorcia todo de prazer. Coloquei uma camisinha em meu  dedo indicador, usei  um lubrificante a base de água em  seu rabo e fui introduzindo delicadamente meu dedo, enquanto o chupava. Felipe me orientava até encontrar sua próstata, localiza-se abaixo da base do pau, parece uma noz ,  é rugosa , percebi que ao estimular fazendo movimentos circulares , vagarosamente com meu dedo, que ela aumentava e intumescia. Ele me pediu para movimentar meu dedo lá dentro, como se sinaliza-se “vem cá”, fui aumentando o ritmo do boquete, até sentir ele gozar em minha boca. Sentia sua próstata pulsando em meu dedo, nunca tinha sentido Felipe gozar tão intensamente, nestes 2 anos que o conheço.

Após aprender  a fazer o “Oral Combo” com o Beijo Grego, para potencializar o prazer e o orgasmo masculino. Confesso que não são todos os homens que aceitam. Ainda há uma resistência enorme em experimentar este tipo de prazer.  Entre os que aceitam há os que adoram e também há aqueles que experimentam e não curtem. O importante é se abrir para o sexo e experimentar novas sensações e prazeres, para saber o que realmente lhe dá prazer. Ressalto também que a higiene é fundamental , eu somente  faço em homens extremamente higiênicos, pois infelizmente,  há aqueles que capricham na limpeza do pau, deixando-o cheiroso e “esquecem” de limpar lá traz, quando abrem as pernas vem aquele cheiro horrível, se tornando impraticável chegar próximo da região. Quantas vezes, escutamos que vale tudo entre quatro paredes. Acredito que realmente vale tudo, desde que haja consenso, respeito, higiene e muito prazer sem dar lugar algum a culpa…

 

Publicado em Sem categoria | 4 comentários

Fetiche: Podolatria e Footjob

20140412_001407

O dia a dia de uma acompanhante seja em Curitiba, São Paulo  ou qualquer outra cidade, é sempre cheio de novidades,  apesar da grande maioria desejar uma transa convencional, há aqueles que adoram um fetiche, alguns eu realizo, outros não.  Desta vez,  decidi escrever sobre a Podolatria, que é um fetiche cujo desejo se concentra nos pés. Para os podólatras não há barreiras, cada um tem suas preferências. Alguns gostam de pés pequenos, outros de pés grandes, alguns de unhas bem tratadas e há quem goste de chulé . Nunca achei meus pés bonitos, mania de mulher que vive se depreciando e dando importância a besteiras, até me convencerem  do contrário.  Certo dia, recebo uma ligação perguntando detalhes sobre meu atendimento e se meus pés eram bonitos. Falei sinceramente que eu não gosto dos meus pés, que calço 39,  mas há aqueles que os elogiam. Me perguntou se  o deixaria beijar e lamber meus pés, respondi afirmativamente, que  poderia utilizar o tempo do programa para fazer o que lhe desse mais prazer,  ele deixou agendado para o inicio da noite no hotel em que estava hospedado.

Marcelo era um homem muito interessante, tinha 30 anos, solteiro,   extremamente culto e educado. Me recebeu em sua suite com extrema simpatia, o cumprimentei com um selinho e começamos a conversar animadamente. Não demorou, Marcelo me puxou pela cintura e me beijou demoradamente, aos poucos,  fomos nos despindo mutuamente enquanto nos beijávamos.  Ele me deitou na cama, começou  a esfregar meus pés em seu rosto, eu o provocava com se desse “tapinhas” em sua cara com meus pés,  senti que Marcelo foi ficando muito excitado, ele passou a  cheirar,  beijar, lamber, cada centímetro dos meus pés.  Eu fiquei extasiada , sentindo sua língua quente e úmida passando entre meus dedos. Quando ele começou a  chupar meus dedos de maneira voraz , meu corpo todo arrepiava de tesão. Quanto mais  ele chupava mais eu me contorcia. Aquilo tudo estava me levando a loucura.  Desci meus pés acariciando seu peito, fui descendo até sentir seu pau duro, pedi para ele passar lubrificante na sola dos meus pés, o que fui prontamente atendida, comecei o footjob,  fui masturbando ele, ora concentrando meus pés na cabeça do pau, ora tocando em seu saco ,  encaixei meus pés novamente em seu pau e fui aumentando o ritmo da masturbação aos poucos, até Marcelo não aguentar e lambuzar todo meu pé com sua porra quente.

Enquanto Marcelo se restabelecia, fui tomar banho. Estava ainda muito excitada, com todo aquele tesão que eu havia sentido. Minha buceta ainda latejava.  Fui para cama,  Marcelo se aproximou, pegou meus pés e voltou a acaricia-los com sua boca, com sua língua. Aquilo tudo só me deixava mais louca e potencializava o prazer que eu estava sentindo. Peguei meu vibrador, coloquei em cima do meu clitóris,  fui me masturbando . Ele também começou a se masturbar . Sentia que a nossa respiração estava cada vez mais ofegante,  comecei a sentir o gozo vindo forte e gostoso, vinha  desde meus pés até explodir como se fossem ondas de prazer em minha virilha.

Foi muito gostoso ter um homem literalmente aos meus  pés, não imaginava que pudesse sentir  e proporcionar   prazer desta forma. Me senti desejada, idolatrada, no controle da situação. É difícil estabelecer parâmetros do que é normal ou não no comportamento sexual humano; não há limite ideal afixado ou tabelado; não é matematicamente explicado, cada pessoa tem as suas taras, suas preferências. No sexo, vale tudo até onde o outro permitir, o consentimento é primordial para o prazer de ambos.

Beijos

Kris Bianco

Publicado em Sem categoria | 5 comentários